03/03/09

Intensidade...



A vida começa no dia seguinte,e só existe uma maneira de viver: apaixonada.
Por isso dança, dança como se ninguém te estivesse a ver.
Trabalha, como se não precisasses de dinheiro.
Corre, como se não houvesse a chegada.
Ama, como se nunca tivesses sido magoada antes.
Acredita, como se não houvesse frustração.
Grita, como se ninguém estivesse a ouvir.
Beija, como se fosse eterno.
Sorri, como se não existissem lágrimas.
Abraça, como se fossem todos amigos.
Dorme, como se não houvesse amanha.
Cria, como se não existisse critica.
Vai, como se não precisasses voltar.
Acorda como se nunca mais fosses dormir de novo.
Faz a próxima viagem como se fosse a última.
Veste-te como se não conhecesses espelhos.
Propõe, como se não existissem as recusas.
Brinca, como se não tivesses crescido.
Levanta-te como se não tivesses caído.
Casa-te como se não houvesse outra vida.
Mergulha, como se não houvesse medo.
Ouve, como se não existisse o certo e o errado.
Fala, como se não existisse o certo e o errado.
Aprecia, como se fosse eterno.
Vive, como se não houvesse fim.
Prefere ser, ao invés de teres.
Sente, ao invés de fingires.
Anda, ao invés de parares.
Abre, ao invés de fechares.

2 comentários:

*flor* disse...

só há mesmo uma maneira de viver, é pena que mais de metade do mundo apenas sobreviva..

Beijinho*

Carla por dentro disse...

Viver cada dia como se fosse o último!
Amanhã pode ser tarde demais :)
Há que nos abrirmos para nós próprios. Só assim conseguimos captar o que nos rodeia...